Uma trajetória de sucesso com o Professor Diego Pereira

Minha Caminhada nos Concursos

Antes de começar a tecer as primeiras linhas desta sinopse para aprovação, faz-se necessária minha apresentação. Meu nome é Diego Pereira, formei-me em Direito pela Universidade Federal da Bahia em fevereiro de 2012. Ingressei na UFBa em fevereiro de 2007 e um ano depois já estava trabalhando no Banco do Brasil como escriturário. Foi minha primeira aprovação em concurso público. Trabalhei durante toda a graduação e continuei a prestar diversos outros concursos de nível médio. Sem sucesso. Então, iniciando o oitavo semestre de faculdade, comecei a realização de concursos de nível superior. Gostava muito da atuação do profissional do direito como advogado, e, então, associei essa ideia com a dos concursos públicos, decidi que queria ser Procurador.

 

A partir de então, fiz diversos concursos envolvendo advocacia pública, tais como advogado de bancos ( BNDES, CAIXA, BACEN e BNB). Além disso, fiz diversos concursos de Procuradorias de Municípios de algumas capitais do país e do interior da Bahia. Nos últimos meses de faculdade viajei para o Rio Grande do Sul para fazer minha primeira Procuradoria. Aquele fora o ponta pé inicial para eu dar continuidade às viagens rumo a uma aprovação para o cargo de Procurador. Fiz Procuradorias do Rio Grande do Sul, Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e duas vezes Acre. Na maioria desses concursos o resultado não vinha. No entanto, não me arrependia de nenhuma dessas viagens porque cada vez que voltava a Salvador era com mais experiência e conhecimento adquiridos. Faria tudo novamente.

 

Fiz muitos concursos. Somente envolvendo advocacia pública fiz mais de vinte. E percebi que cada vez mais ficava mais perto da aprovação. Em meio a esse estudo de procuradorias também não deixava de fazer alguns certames, como os de analista. Então, em maio de 2013, obtive a aprovação no concurso de analista do MPU, cargo que atualmente exerço. Mantive os estudos e em junho de 2014 obtive a aprovação no cargo de Procurador Federal. E esse sempre foi meu sonho. Sempre vi na AGU uma carreira brilhante, era a concretização de um sonho. Entre a abertura do edital e a homologação do certame, o concurso durou dez meses. Foi um concurso com diversas etapas, como é de costume na AGU, provas objetivas e discursivas, prova oral, prova de títulos e curso de formação em Brasília.

Observo que há uma espécie de tempo necessário para se chegar à aprovação. Mas você pode encurtá-lo. Depende muito da sua força de vontade para querer vencer. Sei que você é um vencedor. Eu consegui. Você, amigo concurseiro, conseguirá também.

 

Diego PereiraBacharel em Direito pela Universidade Federal da Bahia- UFBa, pós-graduado em Direito Público pela Unyahna e aprovado nos concursos para Procurador Federal, Procurador do Estado da Bahia, Advogado do BNDES. É analista do MPF.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!